Aproveitando os 56 anos do CEPA – Círculo de Estudo Pensamento e Ação, publicamos entrevista com seu fundador, Professor Germano Machado. O professor Germano Machado é membro da Academia de Artes e Letras Matter Salvatoris, Membro da Academia de Letras e Arte de Salvador (ALAS), professor aposentado da UCSAL e da UFBA, colaborador do Jornal Tribuna da Bahia.

Neste sábado (16/06/07) o professor estará palestrando sobre o tema: Os 56 anos do CEPA. A sede do CEPA fica na rua Souto Dalva, 98 – Barbalho, Salvador (um ponto de ônibus depois do CEFET). O que redundará numa ressaca (permitam-me a expressão) dos 81 anos do professor, comemorado no dia 28 de maio. Você é convidado especial! (71) 3242-0502 (entrada franca).

Entrevista

Caetano Barata – Professor, Não seria um contraste um cristão citando Nietzsche, como no seu livro Sintetismo: filosofia da Síntese? “O homem é um animal inacabado”. O homem feito a imagem e semelhança de Deus!?

Profº Germano Machado – Não há contrastes, porque no fundo, Nietzsche era um cristão de cunho pietista e que assim se frustrou. Nega Deus na aparência, se aprofundarmos veremos Deus. Basta ver Zaratustra que era Zoroastro, fundador do Zoroastrismo.

Caetano Barata – Como Cristianizar o Hegelianismo?

Profº Germano Machado – Hegel não teve tempo de fazer uma revisão porque o seu século era racionalista. Posteriormente, filósofos e teólogos das igrejas tradicionais (Católica, Luterana, Anglicana) refizeram Hegel.

Caetano Barata – Recentemente, o Srº leu a biografia de Calvino por Wilson de Castro Ferreira. Afinal, a predestinação tem sentido quando propõe a predestinação ao mal sem considerar o livre arbítrio?

Profº Germano Machado – Desde Agostinho, a predestinação “tentou” grandes cristãos. O próprio Agostinho desvia da predestinação com a Doutrina da Graça e por isso o seu título é Doutor da Graça. Calvino, baseou-se em textos bíblicos isolados o que não comprova a Doutrina. Pois, a Bíblia apenas diz? que Deus quer salvar o homem e que o homem deve querer se salvar. Não querer se salvar ou desesperar-se da salvação é um pecado contra o Espírito Santo.

Caetano Barata – O que o Senhor lembra de o Rosto Materno de Deus?

Profº Germano Machado – Leonardo Boff fez um livro altamente consolador, contra uma visão de Deus meramente patriarca. Quando Deus é doce, misericordioso. Diríamos até que Deus é mãe, é maternal.

Caetano Barata – O que o Senhor nos diria hoje sobre a Teologia sem Deus em Nietzsche e Marx?

Profº Germano Machado – Contribuíram para o aprofundamento das teologias protestantes e católicas. Sem os ataques de Nietzsche a teologia e sobre tudo a Escolástica Católica, as teologias teriam ficado empedradas.

Caetano Barata – O Senhor viu a geração coca-cola e a geração tudo bem. Qual a opinião do Senhor sobre a geração atual?

Profº Germano Machado – É o fruto das duas citadas, piorando pelos exemplos das corrupções das elites brasileiras nos três poderes.

Caetano Barata – O Senhor concorda com Graham Greene que disse que o tempo não lhe roubou as forças, pois se a energia física já não é a mesma, por outro lado o domínio sobre si próprio tornou-se mais amplo?

Profº Germano Machado – É uma felicidade pessoal do grande romancista que tinha ao mesmo tempo o inglês eivado de angústia.

Caetano Barata – Professor, meus agradecimentos. Breve continuaremos nosso bate papo, falando de política na época da repressão, dos tempos de Glauber Rocha no CEPA e da marcante presença de Graciela Santos no CEPA. Você que está em Salvador vá a comemoração dos 56 anos do CEPA. Você é meu convidado!

Anúncios