Na vida para sempre firme


Aquilo que não me mata, só me fortalece. (Friedrich Nietzsche)
Caetano Barata
caetanobarata@gmail.com

Definitivamente, a vida é para sertanejos acostumados com a secura e a ausência por dias seguidos. Nesta mesma vida de alegrias e folguedos, temos as dores, pesares e sensação de que o chão vai se abrir e nos engolir vivos como nas grandes animações hollyodianas. O andar firme e passos largos não podem faltar neste equilibrar sobre corda bamba. A vida é um suportar fraquezas confundidas com virtudes, não aceitar ser amado pela hipocrisia do ódio fingindo amor, é combater a intolerância religiosa como zelo espiritual, e com força resistir ao sequestro mental como liberdade incondicional.

É a depressão que nos atormenta, o medo do escuro, o mórbido pânico de andar de ônibus, o estress no trânsito. O enfrentamento dessas situações é o único refrigério nesta sociedade brutalizada, no qual o homo sapiens mais parece um animal selvagem. Refiro-me a teoria antropológica do encontro entre os Neanderthais e os Homens de Cro-Magnon há cerca de 40 mil anos, no qual, eles entraram em um conflito que durou cerca de 10 mil anos que, por fim, acarretou o extermínio do Homem-de-neandertal.

Ainda não sabemos quem vencerá essa grande guerra contemporânea. Muitos já a perderam quando desistiram de partir às ruas na busca da vida e de seus objetivos. Outros se jogaram nas diversidades viciantes infelizes. Todo vício nega a liberdade. Enquanto a frustração é a arma paralizante dos nossos dias, sobretudo pela destruição da autoestima que é fundamental no agir psicológico ou mental.

Assim, cabe a pais, professores e cônjuges fomentarem em cada um, para que a vida destes tenham firmeza necessária dentre da verdade do bem, do amor, formando um caráter firme e capaz de resistir a situações adversas da sociedade de hoje. Sabemos que nossos avós nos ensinavam: “Tenha cuidado ao falar com estranhos”, tal conselho é pouco obedecido neste mundo cibernético e de comunicação célere mas, sejamos ávidos na comunicação e atentos a fazer o bem sempre que possível for.

Caetano Barata – Poeta, ativista cultural em Simões Filho e Conselheiro do CEPA

Anúncios

Grato por sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s