Bienal do Livro começa nesta sexta-feira em SP


Bienal do Livro também traz atrações musicais, principalmente para as criançasBienal do Livro/Divulgação

Começou no dia (19) o maior evento do setor literário da América Latina, a Bienal Internacional do Livro de São Paulo, que reúne as principais editoras, livrarias e distribuidoras de livros do país. O tema desta 23ª edição é Diversão, Cultura e Interatividade: Tudo Junto e Misturado. Segundo os organizadores, a expectativa é atrair mais de 750 mil pessoas, público que visitou a última edição do evento.

Este ano, a bienal vai apresentar mais de 400 atividades para o público, entre literatura, música, quadrinhos, teatro, dança, circo e cinema. A mostra ocorre até o dia 31 de agosto no Pavilhão de Exposições do Anhembi, na zona norte da capital paulista.

A novidade este ano é a parceria fechada com o Sesc São Paulo para a programação cultural do evento. “A cultura e, no nosso caso, especialmente a literatura, permite diluir as diferenças sociais e econômicas, agregando valor e estimulando o contato com os livros, música, dança e outras expressões artísticas e intelectuais”, disse Karine Pansa, presidente da Câmara Brasileira do Livro (CBL), que organiza a mostra.

Fazem parte das atividades encontros e bate-papos com escritores consagrados, na Arena Cultural. A mostra tem ainda uma área voltada à gastronomia, chamada Cozinhando com Palavras. No espaço Escola do Livro, haverá cursos, workshops e palestras sobre criação, produção, promoção e venda de livros. No Salão de Ideias serão abrigadas 34 mesas de discussões e recebidos 120 convidados, entre eles, os romancistas Cristovão Tezza, Patrícia Melo, Luiz Ruffato, Milton Hatoum e Elias Khoury, além do escritor, cartunista e desenhista Ziraldo.

No Anfiteatro, vão ocorrer mais de 40 espetáculos de teatro, música, dança, circo e cinema, baseados no mundo da literatura. Entre as peças está Imago-Uma Lua n’Água, uma homenagem ao centenário de nascimento do escritor argentino Júlio Cortázar. Entre os filmes está A Fantástica Fábrica de Chocolate, de Mel Stuart, que será acompanhado pelo CineConcerto da Trupe Chá de Boldo. Neste espaço também ocorrerão espetáculos literários, como o show Solidão no Fundo da Agulha, com o escritor Ignácio de Loyola Brandão e sua filha, a cantora Rita Gullo, contando curtas histórias, marcadas por músicas que fazem parte de sua memória afetiva.

Bienal do Livro também traz atrações musicais, principalmente para as criançasBienal do Livro/Divulgação

Anúncios

Grato por sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s