Versos facebookianos


Dentre tantas coisas detestáveis… Não há uma tão cretina quanto os paladinos da moralidade falsa e hipócrita. Esta gente, geralmente, moralmente, sucumbe ao corporativismo e insiste em dizer: “É assim mesmo, todo homem tem um preço…” E, triste deste povo que torce por seleção de vôlei internacional, de futebol internacional e vive uma vida mental subnacional, empanturrando-se de migalhas e pequenos exercícios de falso moralismo, falso eticismo, discutindo o que não entende e fingindo saber as entrelinhas do que sua ignorância não compreende… É preferível o silêncio, a atacar de verdugo das boas intenções e mestre da justiça. Caetano Barata in versos facebookianos de Citando Caetano Veloso: “Entre a delícia e a desgraça. Entre o monstruoso e o sublime”.

Anúncios

Grato por sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s