Do Matuto Sábio


Acima do bem e do mal
não há ninguém
Entre a vida e a morte
todos estão.

Sob o sol
perspectivas disformes
entrelaçados na esperança
Expectadores da vida

Em luta, em luto
Lágrimas nos olhos
Atônito na incerteza
Do qual cardápio possível

Um dia vosmecês
poderão entender
não é possível feijão
se não há água pra beber

nem também molhar o pirão

Caetano Barata

Anúncios

Grato por sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s