Óbvio dizer mas, necessário; o óbvio gera contundentes polêmicas


Sabe quem é o alvo? Segundo o IBGE, na idade que deveriam estar na faculdade, 53,2% dos negros estão cursando nível fundamental ou médio, ante 29,1% dos brancos. (Em uma parte é a questão da qualidade, na outra é a questão do tempo do aprendizado…

Na última década, o Brasil conseguiu aumentar o número de estudantes entre 15 e 17 anos no Ensino Médio de 81,6% para 85%. (Para alguns é aprovação, a toque de caixa). A qualidade e o êxito da aprendizagem de jovens nesta faixa depende principalmente do quão eficiente, estruturada é a família e as instituições que formam o tripé da personalidade de um indivíduo na sociedade hodierna. É um grande avanço estatístico de fato. No entanto, o IBGE – Instituto Brasileiro Geográfico e Estatístico avalia que o crescimento foi tímido e destaca o impacto da “PEDAGOGIA DA REPETÊNCIA” na evasão escolar entre os mais pobres. Ao contrário do que dizem alguns, “A ESCOLA PASSA TODOS”.

Na parte superior da formação escolar e da exigência de provas de escolarização para recompensa esquálida está a dificuldade de acesso dos estudantes negros ao diploma universitário, refletindo assim, o atraso escolar, maior neste grupo do que no de alunos brancos. Mas, afinal, quem é o alvo? Óbvio dizer mas, necessário; o óbvio gera contundentes polêmicas. Não digo.

Caetano Barata – Poeta, ativista cultural em Simões Filho/Ba, Conselheiro do CEPA. Pedagogo formado pela UNIME/Lauro de Freitas e estudante de Direito na UNIFASS/APOIO. Escreve em http://www.cepabrasilba.org.br

Importante:

 1 – Conforme lei 9.610/98, que dispõe sobre direitos autorais, a reprodução parcial ou integral desta obra sem autorização prévia e expressa do autor constitui ofensa aos seus direitos autorais (art. 29). Em caso de interesse, use o link localizado na parte superior direita da página para entrar em contato com o autor do texto.

2 – Entretanto, de acordo com a lei 9.610/98, art. 46, não constitui ofensa aos direitos autorais a citação de passagens da obra para fins de estudo, crítica ou polêmica, na medida justificada para o fim a atingir, indicando-se o nome do autor (Caetano Barata) e a fonte www.caetanobarata.wordpress.com.

 

Anúncios

Grato por sua participação!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s